O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

terça-feira, 6 de março de 2012

O que é ser mulher para você? Entrevista realizada com mulheres em situação de prostituição

Belo horizonte, 28 de fevereiro de 2012

O que é ser mulher para você?

Ser mulher pra mim é uma batalha moral, espiritual e familiar. É o grande desafio desde que a mulher em si passou a se fazer conhecer como tal. Com a racionalidade do mundo é que a mulher teve uma gota de luz, de esperança e de liberdade para demonstrar seus pequenos desejos e sentimentos.

A mensagem maior que deixo é que ser mulher é ter coragem, não aquela coragem amarela de açafrão, que inclusive é gostoso no arroz, mas é observar no arco íris o vermelho que é a força motriz que rege o universo. “Tem uma música que diz que rosa choque é cor da mulher, pra mim a cor da mulher é o vermelho interior e isso, vimos durante toda a história”. V.

“Mulher pra mim tem que ser respeitada e ter caráter. Têm mulheres de todos os tipos. Eu não saberia descrever o meu ser Mulher, não saberia mesmo”. Z.

"Ser Mulher é ser Mulher, uai! Rs... O que me realiza como mulher é trabalhar, ser independente, não ter homem dentro de casa enchendo meu saco, não ter que depender de homem, ter meu filho, amar meu filho, minha família, meus amigos. É Isso que me faz bem e que me realiza como Mulher. Eu tinha muito medo de chegar aos 60 anos na zona. Tinha muito medo mesmo de depender de dinheiro de programa pra comer. Por isso fiz por onde chegar aos 62 anos, como estou agora independente totalmente e com saúde. Eu tinha medo de não ganhar dinheiro suficiente para comer com 60 anos.

A mulher pode estar na zona estudando, trabalhando e de vez em quando fazendo seus bicos. Uma hora ela vai ter que tomar uma decisão. Que não seja tarde! Tem que tomar essa decisão enquanto ela tem força. Depois que envelhecer, com uns 50 anos, tudo fica mais difícil. Eu falo com as mulheres da zona: “gente têm que guardar dinheiro. Não fica só comprando cosméticos não, saiba administrar seu dinheiro”. P.


Pode-se ser feliz dentro da zona?
"Pode sim! Não vejo por que não. A felicidade é estado de espírito. Você pode está feliz na zona e pode está infeliz numa gaiola de ouro. Às vezes há um cliente que dá um presente pra gente, que respeita... como também tem homem que agente não gosta de atender, que atende mas não gosta. Mas também agente tem a liberdade de quando ele voltar não querer mais ficar. Você vê uma balconista, por exemplo, ela atende um cliente mal educado? Ela pode atender, mas quando ele voltar ela pode recusar ele? Não pode, ela é empregada. A mulher ali (na zona) pode.

Mas eu também acho que a zona tem momentos muito alegres também. Às vezes eu fico dentro do ônibus pensando... Tive momentos também muito bons! Eu tinha muitos amigos. Às vezes dizem: ‘aqui ninguém é amiga’, é sim! Na hora do ‘pega pra capar’ as colegas ajudam as outras. Quando os homens maltratam as mulheres, as outras vão e querem bater nos homens. Nos casos de doenças, tem muitas meninas que correm atrás para ajudar umas as outras. A prova tá em quantas vezes vem meninas aqui (Pastoral) em busca de ajuda pra colega.

A coisa que mais deixa a mulher infeliz na zona sabe o que é? Elas não poderem falar o que elas fazem. Porque a mentira ela é um peso nas costas grande demais. Tem a família não aceitar ela também. Os filhos, por causa do preconceito dos colegas da escola. Eu digo por que quando eu falei para o meu filho e pra minha família o que eu fazia, Nossa Senhora, é como se tivesse tirado uma tonelada das costas. Você se sente mais livre.

A mensagem que eu deixo para as mulheres da zona é que elas não desistam da vida. Que elas continuem correndo atrás dos seus sonhos, trabalharem, estudar e pagar o INSS, por que um dia os 60 anos chega. Então que chegue com dignidade, com saúde e com o mínimo para sobreviver." P.

O que significa celebrar o Dia Internacional da Mulher para você?

"A mulher começa a desenvolver as virtudes de Inteligência x sedução, malícia, visão, arte, oportunidade, tudo isso faz parte do mundo dela. Isso tudo faz parte do mundo que a mulher vive, seja em qual mundo for. Nós não precisamos ser estudadas não, precisamos é ter inteligência, ser observadora, aprender com quem sabe.

A maior arma da mulher sempre foi e sempre será o grande poder da argumentação. Observe as mulheres que vêm aqui (Pastoral), muitas delas não sabem ler nem escrever, mas elas são inteligentes.

No fundo no fundo toda mulher tem um desejo enorme de despertar a fênix que existe e é essência dela própria. Infelizmente as circunstâncias da própria vida é que desencanta esse grande potencial. Um dos grandes exemplos que tenho na vida, por incrível que pareça, é à força de Maria Santíssima que engravidou do seu filho sendo ainda mãe solteira. Ela arriscou o pescoço." V.

Voltar 


junho 2018
 DSTQQSS
S     12
S3456789
S10111213141516
S17181920212223
S24252627282930









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069