O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Força Feminina avalia ações de 2012

O momento foi de reconhecimento dos avanços e resultados deste ano, em relação ao processo de atendimento/abordagem e mapeamento de locais para ação.

Dando início ao fim das atividades para o ano de 2012, a Unidade Força Feminina realizou, agora em dezembro, a avaliação das atividades da Unidade no ano corrente, contando com a presença de Daniel Rech – Assessor e Consultor de Projetos Pastorais e toda equipe da Unidade.

O momento foi de reconhecimento dos avanços e resultados deste ano, em relação ao processo de abordagem foi realizado um mapeamento de locais para ação, sendo localizados e implementados dois novos locais para realização das visitas. Quanto aos atendimentos e abordagens, foram detectados 1.645 atendimentos, entre os meses de janeiro a novembro do ano em curso, bem como, com relação aos atendimentos na sede, foram realizados 1.800 atendimentos durante o mesmo período.



No processo de avaliação, a consultoria de Daniel Rech contribuiu para que os trabalhadores sociais percebessem os resultados e impactos da ação na vida das mulheres, ressaltando a conquista da moradia de 25 mulheres para este ano de 2012 e mais 20 mulheres para o ano de 2013. Um dado relevante, para a Unidade Força Feminina, foi a percepção de que a Unidade tem sido referência quanto a temática, e ainda o estabelecimento de parcerias importantes com Instituições que dão suporte às mulheres, como por exemplo: CRAS (Centro de Referencia de Assistência Social), CREAS (Centro de Referencia Especializado de Assistência Social), SPM (Superintendência de Políticas para Mulheres), Comitê Estadual de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de pessoas (CEPETP), Comissão dos Direitos da Mulher na Assembleia Legislativa, Comitê popular da COPA 2014, entre outros.

A avaliação supõe reconhecer os passos dados durante o período de 2012, como também, rever estes passos, assumindo responsabilidades nas falhas e seguir olhando adiante, reformulando ações e destacando as prioridades para o ano que se aproxima.

Fonte: AssCom/Unidade Força Feminina

Voltar 


agosto 2018
 DSTQQSS
S   1234
S567891011
S12131415161718
S19202122232425
S262728293031 









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069